domingo, 20 de maio de 2018

MÍDIA BRASILEIRA PERDE ELEIÇÃO NA VENEZUELA


Deu Nicolás Maduro na Venezuela, embora ainda não tenhamos os números oficiais. Por isso a mídia brasileira já começa com o velho chororô de perdedor. “Rival de Maduro aponta irregularidades em eleição com alta abstenção” (Estadão), “Candidatos opositores acusam Maduro de coagir eleitores” (Folha) e “EUA afirmam que não reconhecerão resultado de pleito na Venezuela” (Veja), só para ficar em três exemplos.


O deputado Diosdado Cabello, um dos expoentes do chavismo e líder do PSUV, partido de Maduro, disse que esse discurso reproduzido pela imprensa brasileira é conversa mole de perdedor. “Essa é uma desculpa [dos candidatos opositores] para explicar a falta de votos.”

Após o encerramento da campanha eleitoral venezuelana, neste sábado (19), os institutos de pesquisa apontavam a reeleição de Nicolás Madura com 48% dos votos. No entanto, a luta neste domingo (20) era garantir que os eleitores comparecessem às urnas.

Um conselho para a velha mídia golpista brasileira: reconhece a derrota que dói menos.
BLOG DO ESMAEL

Nenhum comentário: