segunda-feira, 6 de junho de 2016

PASSAGEIROS SEGURAM HOMEM QUE IMPORTUNOU GAROTA EM ÔNIBUS NO BIARTICULADO



Caso aconteceu dentro de um ônibus biarticulado 
(Foto: Everson Bressan/SMCS/Prefeitura de 
Curitiba/Divulgação)


Passageiros que estavam em um ônibus do transporte coletivo de Curitiba seguraram um homem que estava importunando uma adolescente até a chegada da Guarda Municipal. O termo importuno foi usado pela corporação para relatar o caso.

A situação aconteceu na linha do biarticulado Santa Cândida - Capão Raso no sábado (4). A Guarda Municipal foi até o Terminal do Portão e de lá levou o homem para o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul).

Na manhã deste domingo (6), o homem de 32 anos já havia sido liberado. Até a publicação desta reportagem, a delegacia não tinha passado mais informações sobre o ocorrido. Segundo a Guarda Municipal, a garota tem 15 anos.

Calça rasgada 


No fim de maio, uma estudante de 18 anos passou por uma situação constrangedora dentro de um ônibus, também na capital paranaense, enquanto seguia para o colégio, e decidiu denunciar o caso à polícia. A jovem teve a calça cortada na bunda por um homem , que segundo ela, é conhecido como "o maníaco do ônibus".

"Eu tava vindo para o colégio, peguei o ônibus "Santa Cândida - Capão Raso", quando entrei na porta 5 [umas das portas do ônibus biarticulado], o maníaco do ônibus... ele cortou a minha calça", contou a jovem. À polícia, ela disse que em agosto de 2015, foi vítima da mesma situação.

Após a denúncia, o homem preencheu um termo circunstanciado e foi liberado. "Eu imaginava que ele ia ser preso por flagrante", reclamou a estudante. De acordo com a Polícia Civil, ele não foi preso em flagrante por falta de provas.

Ocorrências de assédio 


De acordo com a Guarda Municipal, em 2015, foram registradas 81 ocorrências de assédio sexual dentro de ônibus de diversas linhas de Curitiba. No total, dez homens foram encaminhados para a polícia. Neste ano, de janeiro até maio, já foram registradas 28 ocorrências e sete suspeitos foram abordados pela polícia e encaminhados para a delegacia.

Além da própria vítima, qualquer pessoa que presencie uma situação de assédio pode entrar em contato com a Guarda Municipal por meio do telefone 153. A coordenadora da Patrulha Maria da Penha Cleuza Pereira explica que dados importantes como a linha do ônibus, o horário, e o trajeto percorrido podem facilitam na agilidade da equipe para a interceptação do ônibus e o auxilio à vitima.

Jornal Floripa

Nenhum comentário: