sexta-feira, 20 de maio de 2016

CINCO MULHERES RECUSARAM CONVITE DE MICHEL TEMER PARA A CULTURA

Cinco mulheres dizem "sonoro não" a convite de Michel Temer para assumir a Secretaria Nacional de Cultura. Extinção do Ministério da Cultura tem recebido críticas da classe artística, mas ganhou apoio de gente como Lobão e Alexandre Frota

Cinco mulheres já rejeitaram convite de Temer para assumir a Cultura. A apresentadora Marília Gabriela, a antropóloga Cláudia Leitão, a cantora Daniela Mercury, a atriz Bruna Lombardi e a consultora de projetos Eliane Costa


A cantora Daniela Mercury recusou convite para assumir a Secretaria Nacional de Cultura e já é a quinta mulher a rejeitar o comando da pasta.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a cantora foi procurada pela senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) no início da semana.

Nesta segunda-feira, a ex-secretária de Cultura do Ceará, Cláudia Leitão, também foi procurada para assumir a Secretaria.

A pasta é “órgão máximo” da cultura na gestão Temer, após a extinção do Ministério da Cultura (MinC) e sua incorporação ao Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Crítica da extinção do MinC, a cearense respondeu com “sonoro não” o convite. Além de Leitão, a atriz Bruna Lombardi, a consultora de projetos culturais Eliane Costa e a jornalista Marília Gabriela também receberam convites para assumir o cargo. Todas recusaram.

Uma das mais polêmicas medidas da reforma administrativa de Michel Temer (PMDB), a extinção do MinC tem sido contestada por gestores do ramo da cultura (inclusive Cláudia Leitão), mas ganhou apoio de gente como o cantor Lobão e o ator Alexandre Frota.

A pasta também tem sido alvo de busca por um nome feminino para a equipe de Temer, até agora só composta por homens.

Nenhum comentário: