sábado, 20 de maio de 2017

JOAQUIM BARBOSA PEDE O POVO NAS RUAS E RENÚNCIA DE TEMER

Joaquim Barbosa pede que brasileiros se mobilizem e reivindiquem a renúncia imediata de Michel Temer. Ex-ministro do STF afirmou que as revelações do áudio da conversa entre o presidente e Joesley são "estarrecedoras" e que "são fatos gravíssimos"

Joaquim Barbosa. Imagem: Evelson de Freitas, Agência Estado

Joaquim Barbosa se pronunciou na madrugada desta sexta-feira, em seu perfil oficial no Twitter, sobre os crimes cometidos pelo presidente Michel Temer, flagrado em gravação de conversa com Joesley Batista, dono da JBS-Friboi.



Em seus posts, o ex-ministro do STF critica políticos, empresários e a mídia brasileira por minimizarem, segundo ele, denúncias prévias de que Temer teria pedido propina em reuniões no Palácio do Jaburu.

“Nada aconteceu, não é mesmo? Líderes políticos, empresariais, parte da mídia se incumbiram de minimizar a gravidade dos fatos. Agora vieram a público as estarrecedoras revelações do sr Joesley Batista sobre o mesmo personagem, Temer. São fatos gravíssimos”

Na sequência, o magistrado convoca a população às ruas para pedir a “renúncia imediata” de Temer: “Não há outra saída: os brasileiros devem se mobilizar, ir para as ruas e reivindicar com força: a renúncia imediata de Michel Temer”.

No Congresso Nacional, onde Temer contou com maioria para aprovar projetos como a reforma trabalhista, na Câmara, e a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do teto de gastos, nas duas Casas, foram protocolados oito pedidos de impeachment desde a noite de quarta-feira (17).

Um dos pedidos de impeachment foi assinado por parlamentares do PSDB, que anunciou a permanência no governo até segunda ordem, depois de ‘reuniões de avaliação de cenário’.

Nenhum comentário: