domingo, 9 de outubro de 2016

Silas Malafaia tenta desmoralizar Marcelo Freixo e se dá mal

Caso fosse possível, o pastor Silas Malafaia voltaria atrás em sua tentativa mal sucedida de desmoralizar publicamente Marcelo Freixo (PSOL), candidato à prefeitura do Rio de Janeiro
Marcelo Freixo e Silas Malafaia


Em um post no Facebook (ver abaixo), o pastor Silas Malafaia tentou desmoralizar o candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo (PSOL), mas o plano não deu certo.

Na publicação, o religioso mostra uma foto de Freixo dando um selinho no deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) e escreve: “Se é isso o que você quer para as futuras gerações dos cariocas, vote em Freixo!”.

A repercussão do post foi extremamente negativa para Malafaia e até mesmo fieis que frequentam a igreja do pastor, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, consideraram a publicação desnecessária.

Além disso, das 29 mil curtidas que a imagem recebeu até o fechamento desse texto, 20 mil são de ‘coraçõezinhos’.

Transcrevemos, abaixo, alguns dos comentários mais curtidos da postagem:

— “Silas, é isso mesmo que desejo não só para o Rio de Janeiro, como para o mundo! Um lugar com mais amor, sem preconceitos, sem discurso de ódio e o melhor de tudo: sem picaretas como você que enriquece a custa das pessoas mais pobres, ao enganá-las com o seu charlatanismo”

— “É isso mesmo o que nós queremos para as futuras gerações, “pastor” Malafaia. Queremos um futuro sem preconceito, sem mal caratismo e sem falsas profetas, como você. Uma pessoa que dedica sua vida a mentir, a roubar e a destruir não merece atenção de ninguém. Você deveria construir boas ações e ajudar as pessoas, não ser esse ser egoísta e manipulador que você é”

— “Estava procurando um motivo para votar no Freixo; agora tenho. Mais amor, menos ódio”

— “O que eu não quero é Eduardo Cunha (foi apoiado pelo senhor). O que eu não quero é um país laico sendo administrado por religiosos fanáticos (como o senhor ou um dos seus pastores). O que eu quero é um país onde as pessoas sejam livres para AMAR. Amor, era isso que Jesus Cristo pregava”

“O que de fato isso tem a ver? Tá tão sem argumentos para falar dele que tem que recorrer a esses golpes baixos, sujos e preconceituosos? Por favor vá exercitar mais seu amor ao próximo porque é isso que o mundo tá precisando!”

“Pera! Se o candidato é gay vai fazer o jovens se tornaram gay também? Agora entendi o porquê do aumento da criminalidade, só estão votando em bandido, por isso que os ‘de menor’ estão todos no crime. Pensava que era por causa da desigualdade social”

— “Não sabia que você tinha mudado de partido, Malafaia. Legal essa campanha pro Freixo”

— “Não. Isso não basta. Queremos muito mais. Queremos que pessoas vejam uma foto como essa e não se sintam ameaçadas, com medo, ofendidas pela imagem porque o amor não pode assustar. Já o ódio sim. Então queremos que seu discurso seja recebido com cada vez mais repúdio por aqueles que querem um mundo mais calmo e tolerante. E não queremos o seu mal e sim que você receba muito carinho porque parece que lhe falta ou faltou demais”

— “O que não queremos é um bando de bispo bitolado nas secretarias da prefeitura e o ANTHONY GAROTINHO comandando toda a trupe”


Processo

A equipe jurídica de Marcelo Freixo vai acionar criminalmente Silas Malafaia. O pastor tem divulgado nas redes sociais vídeos depreciativos do candidato do PSOL.

Em um dos vídeos publicados, o pastor diz que Freixo é um “radical marxista-leninista” e que o seu partido quer implantar no Rio de Janeiro o sistema de governo da Coreia do Norte.

Malafaia diz ainda que Freixo é contra a polícia e apoia as ações dos black blocs, além de ser a favor das drogas e da prostituição.

Freixo já tinha reagido às críticas, afirmando que uma rede de boatos tem sido orquestrada por Malafaia e pela família Bolsonaro para caluniá-lo. Em resposta, a equipe de campanha lançou o site“A verdade sobre Freixo”.

Nenhum comentário: