segunda-feira, 9 de maio de 2016

PESQUISADORA ABANDONA FESTIVAL EM PROTESTO CONTRA FHC

"Para mim, trata-se de uma obrigação cívica". Cineasta, jornalista e professora-pesquisadora da UFRJ divulga carta aberta aos participantes da LASA Film 2016 para explicar por que retirou seu filme da programação

Anita Leandro (reprodução)


Luta pela democracia, Facebook

Quinta-feira, dia 26, a direção do Festival de Cinema daAssociação de Estudos Latino-americanos recebeu carta da cineasta, jornalista e professora-pesquisadora Anita Leandro retirando seu filme Retratos de Identificação da programação da mostra. A causa foi o convite que os organizadores do XXXIV Congresso da LASA fizeram ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos mentores do golpe parlamentar em andamento, para realizar uma conferência sobre a evolução da democraciainstitucional.

Em carta aberta aos espectadores e espectadoras do Festival, a pesquisadora da UFRJ explica suas razões:

“Enquanto eleitora e cidadã brasileira, defensora do respeito às regras do jogo democrático, não posso admitir que o meu filme, que denuncia crimes ainda impunes da ditadura militar, seja projetado num evento que traz como convidado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, um dos partidos articuladores do processo de impeachment sem base legal contra a Presidente Dilma Roussef …”

Eis a íntegra da carta:

Carta aberta aos participantes do LASA Film Festival 2016

Caros(as) espectadores(as),

Lamento ter que retirar meu filme, Retratos de identificação, da programação do LASA Film Festival 2016. Mas trata-se, para mim, de uma obrigação cívica.

Enquanto eleitora e cidadã brasileira, defensora do respeito às regras do jogo democrático, não posso admitir que o meu filme, que denuncia crimes ainda impunes da ditadura militar, seja projetado num evento que traz como convidado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, um dos partidos articuladores do processo de impeachment sem base legal contra a Presidente Dilma Roussef, eleita pelo voto direto pela maioria da população brasileira nas eleições de 2014.

 O ex-presidente e seu partido se unem às mesmas forças conservadores e golpistas que levaram o Brasil a uma ditadura militar em 1964 e a 21 anos de obscurantismo.

Alinho-me, aqui, àqueles que já subscreveram o documento pedindo a retirada do convite da LASA ao ex-presidente para falar sobre a evolução da democracia institucional, precisamente no momento mais frágil desse processo, quando o próprio Cardoso e seu partido “não hesitam em pôr em risco a paz interna e a democracia”.

O clima político no país se degenera, organizado por forças civis de centro, de direita e de extrema direita, com o apoio de ampla parcela da grande mídia e de juízes ligados a partidos políticos claramente insatisfeitos com o resultado das últimas eleições presidenciais. Esses grupos fizeram de um processo de impeachment uma tribuna de propagação de ideologias fascistas e apologia a crimes de tortura, extermínio, homofobia, misoginia, racismo de cor e de classe.

Seria uma honra atender ao amável convite para mostrar Retratos de identificação no LASA Film Festival em 2016. Mas, infelizmente, as circunstâncias atuais me impedem de fazê-lo.

Anita Leandro
Realizadora de Retratos de identificação

Nenhum comentário: