sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

SALÁRIO BÁSICO UNIVERSAL É APROVADO EM PROVÍNCIA DO CANADÁ

O governo da pequena província canadense de Ilha do Príncipe Eduardo tomou importante passo em direção à implementação do salário básico universal para cidadãos. Uma proposta de lei foi aprovada pelos líderes de quatro partidos políticos da província. O projeto piloto visa diminuir a pobreza, aumentar saúde, reduzir crimes e melhorar os níveis de educação.

Aprovar o projeto foi apenas o começo de um longo trabalho de implementação deste salário universal. Apesar do desafio, os legisladores da província estão otimistas com o potencial de sucesso do projeto.

“As pessoas são retiradas da pobreza ou recebem meios pelos quais possam sobreviver e prosperar na vida e tendem a seguir para realizar ótimas coisas. Elas focam nas coisas que realmente querem fazer”, aponta um dos legisladores, Jordan Brown.

Como ele funciona

Neste projeto, o salário é uma forma de seguro social em que todos os cidadãos da província recebem regularmente uma soma de dinheiro além de sua renda normal. O conceito é polêmico, mas é defendido em um momento em que muitos perdem seus empregos por conta dos avanços tecnológicos.

Aqueles que apoiam o sistema dizem que ele pode libertar cidadãos do ciclo vicioso da pobreza e permitir que as pessoas vivam com mais autonomia. Eles acreditam que o salário universal é um investimento nos cidadãos que permite que eles sejam membros da sociedade mais produtivos.

Os que são contra, por outro lado, dizem que o programa pode criar um estado vulnerável à inflação e causar um impacto negativo para o mercado de trabalho.

Os legisladores acreditam que um sistema equilibrado pode evitar esses problemas. “A chave para tornar programas de salário universal experiências de sucesso é o nível em que o salário mínimo é estabelecido. Ele tem que ser suficiente para que as pessoas não vivam na pobreza, mas não pode ser tão alto que tire o incentivo para que elas trabalhem”, explica o legislador Brad Trivers.

Elon Musk, o criador dos carros Tesla e fundador da empresa de transporte espacial SpaceX, acredita que o salário básico universal é a tendência para o mundo todo. Para ele, quanto mais tecnologia tivermos para realizar o trabalho, mais tempo livre poderemos ter. Infelizmente, o que vemos na maioria das grandes indústrias é que o trabalhador é substituído por máquinas e demitido, mas Musk faz diferente nas fábricas Tesla: quando um colaborador contribui para o desenvolvimento de novas tecnologias para melhorar sua atividade, ao invés de ser substituído, recebe um novo trabalho em uma área ainda mais atraente.
Como menor província do Canadá, a Ilha do Príncipe Eduardo é o local ideal para testar o programa. Depois de implementado, o governo poderá avaliar os impactos do sistema e avaliar se os benefícios superam os custos. Claro que é possível que as consequências poderão ser observadas apenas na próxima geração, que poderá ter mais qualidade de vida durante os anos de formação e podem contribuir mais para a sociedade quando crescerem. Sem dúvida o resto do mundo estará observando o programa com atenção. [Futurism]

HypeScience

Nenhum comentário: