terça-feira, 29 de maio de 2018

REPLAN CONVOCA TROPA DA PM PARA CONTER INÍCIO DA GREVE DOS PETROLEIROS EM PAULÍNIA


A poucas horas do início da greve nacional de três dias dos petroleiros, que será deflagrada nos primeiros minutos desta quarta-feira (30), os trabalhadores da Replan, em Paulínia, foram surpreendidos pela presença de uma tropa de militares dentro da refinaria. A ação foi classificada pelo Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro Unificado-SP) como uma tentativa de intimidar os trabalhadores.

Ao menos 10 viaturas e um helicóptero águia da PM, além de um caminhão da tropa de choque, se posicionaram na área interna da refinaria, na tarde de hoje (29). Os veículos da Rota ficaram estacionados ao lado do restaurante, em um local bem visível e de circulação dos petroleiros.

A presença dos militares causou apreensão entre os trabalhadores, já que o bloqueio dos caminhoneiros aos condutores de carretas de combustível e gás foi encerrado no período da manhã. “Não se trata de escolta, porque os policiais entraram dentro da refinaria e por lá ficaram, à vista de quem quisesse vê-los. A ação nos pareceu uma tática de intimidação da empresa, de ameaça aos trabalhadores, diante da greve prestes a começar”, afirmou o diretor do sindicato, Gustavo Marsaioli.

A direção do sindicato orienta os trabalhadores para que não cedam a esse tipo de pressão. “Essa não é a primeira vez na história que os petroleiros enfrentam tentativas de se provocar medo e pavor na categoria. Mais uma vez vamos resistir. Ninguém vai nos intimidar”, declarou o dirigente.
BLOG DO ESMAEL

Nenhum comentário: