terça-feira, 15 de maio de 2018

EXERCITE A MENTE ATIVIDADES FÍSICAS


Você sabe que exercícios fazem bem ao corpo e à mente. Mas, sabia que atividade física também estimula o aprendizado? A prática regular facilita a retenção de conteúdos. Leia o texto a seguir e saiba por que isso acontece e comece a preparar sua rotina de atividades.

Mais atividade física = mais neurônios

Praticar atividade física aumenta e regenera a produção de neurônios. A descoberta da cientista Henriette van Praag, PhD em neurogênese e membro do Laboratório de Neurociências do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, foi publicada na publicação científica Current Topics in Behavioral Neurosciences.

Durante os exercícios, são liberados hormônios como a dopamina (atenção/cognição), norepinefrina (vigilância/concentração), glutamato (novas conexões neuronais) e serotonina (sono/apetite/humor). A produção deles promove atividade cerebral, melhorando a comunicação entre os neurônios e renovando os que estão desgastados pela falta de estímulos.

Henriette e sua equipe realizaram ressonâncias magnéticas e comprovaram que exercícios regulares estimulam o hipocampo, área do cérebro ligada ao aprendizado e também à memória. No local são encontradas células-tronco responsáveis pelo nascimento dos neurônios. A explicação é o aumento da proteína BDNF, produzida pelas células nervosas e que nutre os neurônios. A melhora na memória está relacionada ao crescimento endotelial vascular (VEGF). Esse movimento fortalece a produção de vasos sanguíneos e ajuda a reter memórias.
Os melhores exercícios para os neurônios

As atividades aeróbicas (caminhada, corrida, natação e ciclismo) são as que mais propiciam a produção dos hormônios reguladores do sistema nervoso. Essas práticas promovem o aparecimento de neurônios do hipocampo. Mudanças na estrutura cerebral ocorrem com a prática da caminhada, três vezes por semana com duração de meia hora. Elas provocam mudanças já nos primeiros trinta dias.

Ficou animado? Só um aviso: exercícios fisicos ajudam a reter conhecimento apenas se realizados quatro horas após o estudo, conformepesquisa publicada na revista científica Current Biology. O estudo realizado por pesquisadores da Universidade Radboud (Holanda) e da Universidade de Edimburgo (Grã-Bretanha) monitoraram 72 pessoas que tiveram 40 minutos para memorizar 90 imagens e lugares. O grupo foi dividido em três equipes: um fez 35 minutos de bicicleta ergométrica depois do teste, o segundo fez essa atividade após quatro horas e o terceiro não fez nada. 

Ressonâncias magnéticas realizadas dois dias depois revelaram que o segundo grupo memorizou mais que os outros. Os exames mostraram que o hipocampo dos voluntários que praticaram exercício quatro horas depois do teste estava mais ativo.

Atividade física é aliada dos estudantes

Atividade física é muito favorável para quem estuda. Alunos com bom desempenho nos exercícios físicos repetem o sucesso nos estudos. Quanto mais cedo começar essa dobradinha, melhor, pois os exercícios físicos melhoram o aprendizado de crianças e adolescentes, segundo pesquisa feita pela Universidade de Illinois (EUA). Os pesquisadores afirmam que esse público apresenta atuação 20% melhor nas atividades escolares em relação aos sedentários.

Para as crianças e adolescentes, os esportes mais recomendados são: vôlei de praia, futebol, natação, artes marciais, ciclismo e polo aquático. Lembrando que, a prática de atividade física deve ser precedida por avaliação médica e do profissional de educação física. Mas, uma caminhada leve não expõe o corpo a riscos.

Atividades físicas ajudam no aprendizado e também são armas contra a depressão. Saiba como aqui. 

Escrito por Sumaia Santana da equipe Eu Sem Fronteiras

Escrito por Eu Sem Fronteiras

Nenhum comentário: