quinta-feira, 19 de abril de 2018

MANIFESTANTES DESMONTAM BARRACAS PARA MUDAR ACAMPAMENTO PARA O TINGUI



Acampamento montado no terreno do bairro Tingui (Foto: Franklin de Freitas)

Os integrantes dos movimentos sociais que estão acampados nas proximidades da sede da Superintendência da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva,começaram a desmontar as barracas na manhã desta terça-feira, 17. A ação atende a um acordo firmado entre os manifestantes e o governo do Estado nesta segunda -feira, 16, e que estabelece as formas de cumprimento do interdito proibitório, determinado pela Justiça Estadual.

Os manifestantes irão manter no Santa Cândida apenas as tendas institucionais que servem de suporte para atos públicos que pretendem continuar realizando no local. A organização do acampamento concordou em mudar as barracas para um terreno particular que deve ser alugado, localizado na rua São João, 474- 588, no bairro Tingüi.

A prefeitura ofereceu uma área do Parque Atuba, a 3 quilômetros da sede da PF, mas os integrantes do movimento recusaram a oferta por causa da distância. O terreno no Tingüi foi alugado pelo período de um mês. A reportagem está tentando contato com a assessoria do Partido dos Trabalhadores (PT) para saber mais detalhes sobre o contrato de locação do imóvel, mas ainda não obteve resposta.

A 3ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba determinou multa diária de R$ 500 mil pelo descumprimento do interdito proibitório concedido à Procuradoria-Geral do Município (PGM), desde a última sexta-feira (13). Um oficial de Justiça esteve no acampamento, mas não encontrou dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), citados na ação. Também são réus, mas não integram o ato no Santa Cândida, o Movimento Curitiba Contra Corrupção; Movimento Brasil Livre (MBL) e Movimento UFPR Livre.

De acordo com o governo, a prioridade é manter o diálogo construído com as lideranças dos movimentos sociais. Representantes do Estado não falam na possibilidade de uso de força policial para realização de despejo.

VIZINHANÇA

Um grupo de moradores do bairro já teria registrado cerca de 20 boletins de ocorrência no 4º Distrito Policial, no bairro Boa Vista. Júlio Reis afirma que a polícia tenta evitar conflitos. “Importante lebrar que a Polícia Militar, desde o início tem agido com muita responsabilidade, desde a chegada do ex-presidente aqui em Curitiba, evitando eventuais confrontos, e também garantindo o funcionamento da Polícia Federal. Existe uma determinação para que não haja acampamentos. Quando chegou essa determinação, já existia algumas pessoas acampadas; nós estamos cumprindo o interdito com relação ao funcionamento integral da Polícia Federal e os demais órgãos e estamos dialogando agora com esses movimentos para que eles cumpram integralmente essa decisão”, afirma.

Realizada sem anúncio, a reunião com lideranças de movimentos que integram o acampamento pró-Lula também controu com mediação de membros do Ministério Público (MP), da PM, prefeitura e da Procuradoria-geral do Município (PGM). “Várias pessoas têm sentado à mesa, quer seja de um lado a Polícia Militar, Prefeitura Municipal, Secretaria de Segurança, o Ministério Público, e também algumas lideranças que fazem lá essas manifestações. Temos também a Procuradoria do Município que fez as gestões no Judiciário”, conta o secretário.

AGENDA DO ACAMPAMENTO LULA LIVRE

PROGRAMAÇÃO ACAMPAMENTO LULA LIVRE (terça feira- 17/04)

MANHà

09h - Bom dia Presidente Lula 
9h30 - Jornada Universitária em defesa da Reforma Agrária - UFPR 
10h – Deputado Federal Dionilso Marcon (PT RS)
10h30 – Deputado Federal Vicentinho (PT-SP)
12h – Dr. Eugenio Aragão (jurista e ex Ministro da Justiça)

TARDE
14h - Senadores visitam Lula na PF – em seguida dão Entrevista Coletiva
14h – Aula com o Prof. Antonio Maués/UFPA ( jurista integrante do Tribunal Popular da lava jato) 
15h – Glauco Caruso & Turba – canções latinas (2 vozes, violão e tambor)
16h – Presença dos Senadores e Senadoras no Acampamento: Ângela Portela (PDT-RR), Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-Pr), Humberto Costa (PT-PE), João Capiberibe (PSB-AP), José Pimentel (PT-CE), Lídice da Mata (PSB-BA), Lindbergh Farias (PT- RJ), Paulo Paim (PT-RS), Paulo Rocha (PT-PA), Regina Sousa (PT-PI), Telmário Mota (PTB-RR), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Roberto Requião (PMDB-PR).
18h - Apresentação de “Cantos da Odisséia” com Octavio Camargo, Márcio Mattana e Raquel Rizzo. 

Acampamento Lula Livre
Ana Ehlert e Narley Resende da Redação do Bem Paraná

Nenhum comentário: