domingo, 12 de fevereiro de 2017

CELEPAR CAPACITA PESSOAS DA TERCEIRA IDADE A USAR SMARTPHONE

CURSO BÁSICO

A Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná) organizou esta semana um curso básico de smartphone voltado às pessoas da terceira idade. Este foi o terceiro grupo a ser capacitado. 

Durante três dias 32 alunos participaram desta capacitação gratuita com nove horas de duração. Os inscritos foram divididos em duas turmas, uma pela manhã, das 08h30 às 11h30; e a outra no período da tarde, das 14h00 às 17h00. Ao final, cada participante recebeu um certificado.

A capacitação integra o Projeto Celepar Cidadã que envolve ainda o Curso de Acesso à Internet e Redes Sociais por meio do computador, também voltado ao cidadão com idade superior a 60 anos. “Estamos atuando no sentido de permitir que as pessoas idosas se atualizem para o uso das ferramentas de comunicação e a consequente inserção no universo da internet e redes sociais”, disse o presidente Jacson Carvalho Leite.

O conhecimento que o idoso acumulou pelos anos de vida, segundo ele, não deve ser desperdiçado pelo isolamento social. Leite defende o uso das novas tecnologias para o compartilhamento de vivências, “importante para a construção de uma sociedade cada vez mais equilibrada e humana”.

CONTEÚDO 

 Os participantes aprenderam a personalizar o aparelho celular, como inserir papel de parede ou plano de fundo; aumentar ou diminuir volume e tamanho de letras, mover e/ou excluir ícones, cadastrar, alterar e excluir contatos; ler, enviar e excluir mensagens; baixar aplicativos/ferramentas como WhatsApp e outros, pesquisar informações através de navegador da internet e redes sociais, tirar fotos, compartilhar e limpar galeria de fotos, entre outras possibilidades que esta tecnologia móvel oferece. 

Para a instrutora da Celepar, Dircélia Maria Alessi, o resultado do curso foi positivo, uma vez que além de aprenderem os participantes também contribuem com sugestões para o aperfeiçoamento do material didático e da metodologia das aulas, uma vez que este treinamento está apenas na sua terceira edição. 

DEPOIMENTOS 

Aos 83 anos, Delourdes Ortolani se permitiu aprender um pouco mais na vida. Para ela, esta foi uma oportunidade de esclarecer muitas dúvidas. “Aqui, com calma, com toda a atenção dos professores, a gente ouve e aprende. Valeu muito a pena”.

Suely Lee, 70 anos, classificou o curso como “excelente”. De acordo com ela, com os pequenos detalhes aprendidos, foi possível perder o medo de mexer no aparelho e seus aplicativos. Suely destacou ainda o conteúdo do treinamento e as amizades feitas, bem como o fato de vencer desafios ao participar desta capacitação, “pois se ficasse em casa não aprenderia, uma vez que os filhos nunca não têm tempo para explicar”.

Sabendo inicialmente apenas 5% do que aprendeu ao término do treinamento, Yeda Ostan, 68 anos, disse que de tão bom que foi o curso pretende voltar em uma próxima edição.

Para Mirian de Araújo, 64 anos, o curso clareou suas ideias quanto ao uso do celular que ganhou recentemente. “Espero dominar bem este aparelho. Já mudei o fundo da tela, já coloquei alguma coisa na agenda e não usei o bluetooth para não gastar bateria”. Ela falou também da necessidade da conexão pelo uso das tecnologias, “interação que permite que a gente não fique para trás e consiga acompanhar o mundo de hoje”. 

“O que gostei mais de acessar no celular foi o reloginho para marcar o tempo que o bolo deve ficar no forno. Eles acabavam queimando”, disse Jocélia Rodrigues da Silva, 60 anos, que entre outros pontos vistos no curso também considerou importante o uso da agenda para a marcação dos seus compromissos diários.

O presidente Jacson Carvalho Leite e o diretor de mercado da Celepar, Nelson Garcia, participaram do encerramento do curso nas duas turmas, que no período da tarde contou também com a presença do diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

Nenhum comentário: