terça-feira, 31 de janeiro de 2017

SECRETÁRIA DA AGRICULTURA ANUNCIA REINICIO DO PROGRAMA LEITE DAS CRIANÇAS PARA 2017


O secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, anunciou nesta sexta-feira (27) o reinício do programa Leite das Crianças para 2017, que começa a ser distribuído na quarta-feira (1º). O contrato já foi assinado com 41 usinas fornecedoras, após a liberação de R$ 91 milhões do orçamento do Estado. 

Os recursos vão financiar a compra de 44 milhões de litros de leite, que vão atender 129 mil crianças, por meio de 1.314 escolas estaduais, que serão os pontos de entrega. 

Ortigara ressaltou a importância do programa para reforçar a alimentação das crianças, contra a desnutrição infantil. E também os benefícios que traz para a pecuária leiteira do Estado, onde os pequenos e médios laticínios são beneficiados com a compra pública. 

Lembrou que esse programa representa uma das ações de proteção social do Governo do Paraná, que atua também em outras frentes como o combate à pobreza por meio de complementação do Bolsa Família, isenção ou redução no custo de energia para pessoas carentes, habitação popular e regularização fundiária em áreas com pessoas mais carentes, entre outras ações. 

Mas o programa também ajuda no desenvolvimento da pecuária leiteira, atividade que está crescendo no Sul do Brasil, onde o setor vem se destacando no avanço da produtividade e da qualidade. Se continuar os investimentos no leite, o Brasil poderá sair da condição de importador para exportador de leite, disse. 

Para Eduardo Grochowicz, representante do Laticínios Carambeí, um dos fornecedores que assinou o contrato, o programa Leite das Crianças beneficia o produtor à medida que representa um grande balizador de preços. Também beneficia os laticínios que conseguem programar as entregas e com isso podem planejar melhor a atividade. Os preços praticados no programa seguem o preço-referência definido pelo Conseleite-PR. 

LEITE DAS CRIANÇAS 

 O Programa é conduzido pelo Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan), da Secretaria estadual da Agricultura. Entre seus principais objetivos estão a contribuição com a redução da desnutrição infantil de crianças em situações de vulnerabilidade. 

As crianças cadastradas recebem um leite pasteurizado integral com a adição de vitaminas A e D, ferro e zinco na sua composição, por dia. Embora a entrega seja feita de duas a três vezes por semana, a família recebe o número de litros de leite correspondente a todos os dias da semana. 

O programa impulsiona o desenvolvimento da cadeia produtiva do leite no Paraná, sobretudo na melhoria da qualidade da matéria-prima dos produtores da agricultura familiar. Para o coordenador do Leite das Crianças, Massaru Sugai, ele melhora as condições da produção industrial das usinas contratadas, do ponto de vista higiênico e sanitário. “Está previsto em contrato que a usina deverá investir na assistência técnica dos seus fornecedores do leite, de acordo com as regras de qualidade já previstas”, disse Sugai. 

O programa Leite das Crianças promove, ainda, o envolvimento de outras secretarias de Estado, como a Saúde, Educação e Família, cada uma com a sua atribuição específica, visando a promoção social, educacional e de saúde junto às famílias beneficiárias.

Nenhum comentário: