quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

RICHA E GRECA DISCUTEM OBRAS VIÁRIAS PARA INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE METROPOLITANO

O governador Beto Richa recebeu nesta terça-feira (24), no Palácio Iguaçu, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e o vice-prefeito e secretário de Obras e Infraestrutura, Eduardo Pimentel, para debater projetos de infraestrutura viária em trechos por onde passam os ônibus do transporte coletivo metropolitano. 

Os projetos incluem a requalificação da Avenida Manoel Ribas, continuidade da Via Vêneto, melhoria do binário da Avenida Anita Garibaldi e melhoria no tráfego do viaduto de Orleans, além de trincheiras na Via Verde, nos acessos para Fazenda Rio Grande, Mandirituba e para o bairro Tatuquara. 

Richa ressaltou que, além da capital, as obras também beneficiam as cidades da Região Metropolitana. “Além de investir no transporte metropolitano, o projeto da Prefeitura de Curitiba também busca melhoria nas condições viárias por onde passam os ônibus. Vamos nos associar para conseguir revitalizar o pavimento de muitas ruas”, disse. “Não se pode pensar em nossa capital de forma isolada dos demais municípios da Região Metropolitana”, destacou o governador. 

Ele citou outras obras de infraestrutura feitas pelo Estado nos municípios da Grande Curitiba, que melhoram a trafegabilidade e a segurança dos moradores que se deslocam para a capital. Entre elas está a duplicação das rodovias João Leopoldo Jacomel, que liga Curitiba a Pinhais e Piraquara; da Uva, em Colombo; e do Cerne, em Campo Magro. 

Greca explicou que o Estado deve disponibilizar recursos para as obras por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e do Fundo de Desenvolvimento Urbano, enquanto a prefeitura fica responsável pela desapropriação das áreas no entorno das vias e pela elaboração do projeto executivo.


 “O objetivo é costurar um programa metropolitano de pavimentação de ruas onde passam os ônibus que fazem integração do transporte coletivo. É um grande e importante projeto que vai fazer da Grande Curitiba uma cidade só”, afirmou o prefeito.

Nenhum comentário: