sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

HOMEM QUE AGREDIU LÉSBICAS NO CCBB É FÃ DE JAIR BOLSONARO

Polícia identifica homem que agrediu lésbicas no CCBB. A página do rapaz na internet é repleta de publicações homofóbicas e tem como foto de abertura a imagem de Jair Bolsonaro e de um de seus filhos fazendo juramento à bandeira do Brasil

Homem que agrediu casal de lésbicas idolatra Bolsonaro no Facebook


A polícia identificou o rapaz que constrangeu um casal de jovens lésbicas no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro.

O homem se apresenta na internet como Safe Sattam Júnior. Ele foi ouvido pelo delegado Cláudio Vieira de Campos e autuado por injúria e constrangimento ilegal.

Na última terça-feira, uma das jovens que foi vítima de homofobia no CCBB registrou queixa contra o agressor na 1ª DP. Ela reconheceu Sattam Júnior por fotos obtidas pela polícia em uma rede social.

O coordenador do programa Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, já havia adiantado que o homem seria indiciado pelos crimes de constrangimento ilegal e injúria.

“Após registrar a ocorrência, ela vai continuar recebendo nosso apoio jurídico e psicológico. A companheira dela está tão desconfortável com a situação que não quis vir registrar a ocorrência. Mas ainda espero que, após ver que a companheira foi bem tratada na delegacia, ela se anime a fazer o registro”, afirmou Nascimento.

O coordenador do Rio Sem Homofobia disse também que a jovem já havia passado por outros episódios de discriminação, mas que pela primeira vez decidiu tornar o caso público, por ter acontecido em um lugar onde ela, em princípio, se sentia segura e livre desse tipo de comportamento.

Idolatria por Bolsonaro

A página de Sattam Júnior no Facebook é repleta de mensagens homofóbicas e tem como como foto de abertura a imagem de Jair Bolsonaro e de um de seus filhos fazendo juramento à bandeira do Brasil.

Há também várias fotos de Sattam sem camisa e se exercitando, além de piadas machistas e misóginas.

Funcionária demitida

O Centro Cultural Banco do Brasil do Rio (CCBB) demitiu a funcionária Aline Costa de Almeida. Ela acompanhou e foi conivente às agressões de Sattam contra o casal de lésbicas. Na ocasião, a funcionária teria ficado rindo da situação.

Nenhum comentário: