quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

HERDEIRO DA GLOBO QUE MATOU AGENTE DE TRÂNSITO É HOSTILIZADO AO SE APRESENTAR


Neto de ex-senador, herdeiro de filial da Globo e de império da indústria alimentícia, Rodolpho Carlos da Silva foi hostilizado (vídeo) ao se apresentar à polícia nesta terça-feira. Embora tenha passado por cima e matado o agente de trânsito Diogo Nascimento, o jovem segue em liberdade por decisão judicial contestada


Rodolpho Carlos da Silva, herdeiro do maior grupo da indústria alimentícia da Paraíba (São Braz) e da afiliada da TV Globo no estado se apresentou à polícia nesta terça-feira (24).

O jovem, que estava acompanhado de advogados e seguranças, foi hostilizado e chamado de ‘assassino’ por populares (assista abaixo).

Rodolpho dirigia um carro de luxo Porsche quando atropelou o agente Diogo Nascimento, 34, ao tentar escapar de uma blitz da Operação Lei Seca em João Pessoa (PB). Ele fugiu do local sem parar para prestar socorro à vítima.

O caso gerou revolta e indignação na Paraíba devido à suspeita de favorecimento da Justiça ao acusado, que é neto do ex-senador e ex-vice-governador José Carlos da Silva Junior.

Rodolpho teve a prisão preventiva decretada por uma juíza de primeira instância e revogada pelo desembargador Joás de Brito Pereira Filho, horas depois, antes mesmo de a prisão ser realizada. Entre uma decisão e outra, foram pouco mais de seis horas.

A prisão de Rodolpho foi determinada por volta das 21h de sábado. Já a decisão que suspendeu a prisão foi dada às 3h da manhã de domingo.

O motorista deverá responder pelo crime de homicídio doloso qualificado, quando há a intenção de matar. O veículo está registrado em nome de Ricardo de Oliveira Carlos da Silva, seu pai.

De acordo com o delegado que investiga o caso, testemunhas reconheceram que Rodolpho dirigia o Porsche branco na madrugada de sábado.

VÍDEO:

Nenhum comentário: