sexta-feira, 11 de novembro de 2016

DONALD TRUMP VENCE ELEIÇÃO HISTÓRICA E É O NOVO PRESIDENTE DOS EUA

Donald Trump vence eleição histórica nos Estados Unidos. Em uma das disputas mais acirradas dos últimos anos, o republicano derrotou a democrata Hillary Clinton e comandará a maior economia do planeta

Donald Trump é o novo presidente dos EUA


Donald Trump vence eleição histórica nos Estados Unidos. Em uma das disputas mais acirradas dos últimos anos, o republicano derrotou a democrata Hillary Clinton e comandará a maior economia do planeta.

Trump triunfou em estados estratégicos como a Flórida (29 delegados), Ohio (18 delegados) e Carolina do Norte (15 delegados). O republicano também venceu em locais historicamente democratas, como o estado da Pensilvânia (20).

De nada adiantaram as já esperadas vitórias de Hillary na Califórnia e em Nova York.

Os republicanos também fizeram maioria na Câmara e no Senado – o que indica que, se Hillary vencesse, ela teria grandes dificuldades para governar.

Sistema eleitoral indireto

Diferente do Brasil, nos EUA não é preciso ter mais votos totais nas urnas para chegar à Presidência. No sistema eleitoral norte-americano, quem alcançar 270 delegados vence a disputa.

Até o fechamento desta publicação, Donald Trump somava 289 delegados contra 218 de Hillary. Os últimos estados a confirmar o resultado serão Michigan, Arizona e New Hampshire.

No voto popular, Trump soma 57 milhões contra 55,6 milhões de Hillary.
Mercados reagem à vitória de Trump

Os resultados favoráveis a Donald Trump na corrida para a Casa Branca derrubaram os mercados nos Estados Unidos e na Ásia nesta quarta-feira.

Em Nova York, o índice S&P 500 perdia 5,01% às 05H10 GMT (03H10 Brasília) e o tecnológico Nasdaq recuava 5,08%. Em Tóquio, a Bolsa fechou em queda de 5,36%

Wall Street havia fechado em alta na terça-feira, no rastro de pesquisas favoráveis à candidata democrata, Hillary Clinton.

O ministério japonês das Finanças, a Agência de Serviços Financeiros e o Banco do Japão (BoJ) farão uma reunião de emergência esta tarde para analisar a situação dos mercados diante da vitória de Trump.

Donald Trump

Nascido em 14 de junho de 1946 no bairro nova-iorquino do Queens, Trump é o quarto dos cinco filhos de Fred Trump, um construtor de origem alemã, e Mary MacLeod, uma dona de casa de procedência escocesa.

Desde criança ele mostrava um comportamento rebelde, tanto que seu pai teve que tirá-lo da escola aos 13 anos, onde havia agredido um professor, e interná-lo na Academia Militar de Nova York, com a esperança de que a disciplina militar corrigisse a atitude de seu filho.

Em 1968, o hoje magnata formou-se em Economia na Escola Wharton da Universidade da Pensilvânia, e se transformou no favorito para suceder seu pai no comando da empresa familiar, Elisabeth Trump & Son, dedicada ao aluguel de imóveis de classe média nos bairros nova-iorquinos de Brooklyn, Queens e Staten Island.

Trump assumiu em 1971 as rédeas da companhia, rebatizada como The Trump Organization, e se mudou para a Manhattan.

Enquanto seu pai construía casas para a classe média, ele optou pelas torres luxuosas, hotéis, casinos e campos de golfe. Trump gosta de dizer que começou seus próprios negócios modestamente, com “um pequeno empréstimo de US$ 1 milhão” de seu pai.

Ideologia

Trump não é dos mais fiéis a ideologia: foi democrata até 1987 e, em seguida, republicano (1987-1999), membro do partido da Reforma (1999-2001), democrata (2001-2009), e republicano novamente. Durante a sua carreira foi alvo de dezenas de processos civis relacionados aos seus negócios.

Nenhum comentário: