domingo, 9 de outubro de 2016

Vergonha alheia: Judiciário de Sergipe canta versão própria de "We are The World"

Juízes e servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe provocam vergonha alheia na internet com releitura de 'We Are The World'. Após série de piadas e repercussão nacional, vídeo foi retirado do ar



Em um vídeo (assista abaixo) que começa com um pedido de desculpas pela desafinação, servidores e magistrados do Tribunal de Justiça de Sergipe fizeram uma regravação da música We Are The World, hit dos anos 1980.

O refrão é marcante: “Ai ai ai que bom, o Judiciário existe; lutar, vencer, é por você que a gente persiste”. As estrofes desafinadas afirmam que o judiciário se esforça em prestar bom serviço à população, combater a criminalidade e vencer problemas como cumprir prazos processuais.

O conteúdo viralizou nas redes sociais e não demorou para que se tornasse motivo de piadas. O site Sensacionalista divulgou matéria dizendo que “pelo menos 17 mortes já foram registradas desde o lançamento do vídeo, todas por infarto fulminante decorrente de ataques de vergonha alheia“.

O humorístico continuou: “Apesar de bem intencionada, a iniciativa teve um uma repercussão negativa com os autores originais da música. Lionel Ritchie teria sido visto tentando introduzir uma faca no ouvido após ver o vídeo. ‘Nunca mais conseguirei escutar música’, disse o cantor”.
Vídeo deletado

Em menos de 24 horas no ar, o vídeo foi removido por conta das milhares de críticas e piadas em relação ao conteúdo. Como tudo que se coloca na internet, porém, o vídeo ainda pode ser assistido (veja abaixo) já que provavelmente foi salvo por centenas de usuários.

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Sergipe informou que a gravação do vídeo não teve nenhum custo aos cofres públicos. Ele foi exibido durante o Encontro de Planejamento Estratégico, em agosto.

A assessoria garantiu ainda que a iniciativa foi dos servidores e que o vídeo era para ser visto apenas no encontro.

VÍDEO:

Nenhum comentário: