domingo, 2 de outubro de 2016

DATAFOLHA: FERNANDO HADDAD ASSUME O 2º LUGAR EM SÃO PAULO


O Datafolha acaba de divulgar sua última pesquisa eleitoral para prefeito de São Paulo. Na véspera da eleição de domingo (2), insituto revela crescimento de Fernando Haddad. Confira os números


Faltando algumas horas para o primeiro turno da eleição, a mais recente pesquisa Datafolha de intenções de voto para prefeitura de São Paulo mostra que o empresário João Doria (PSDB) está muito a frente na liderança e a segunda vaga no 2º turno está disputada entre três candidatos — Haddad, Russomanno e Marta.

A novidade, agora, é que o atual prefeito cresceu, enquanto os demais rivais caíram. Trackings dos partidos divulgados durante a semana já haviam detectado o avanço de Fernando Haddad.

Segundo o Datafolha, o tucano João Doria tem 44% das intenções de votos válidos — cenário em que se exclui os percentuais de brancos e nulos, além dos entrevistados que sabem ou não responderam.

Empatados tecnicamente estão o atual prefeito Fernando Haddad (PT) com 16%, o deputado federal Celso Russomanno (PRB) com o mesmo índice, seguidos pela senadora Marta Suplicy (PMDB), que tem 14%.

Como a pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais, o resultado é considerado um triplo empate técnico.

A deputada federal e ex-prefeita Luiza Erundina (PSOL) tem 5% das intenções de votos válidos. Major Olimpio (Solidariedade) foi citado por 2% dos entrevistados; Ricardo Young (Rede) e Levy Fidelix (PRTB) têm 1% cada. Altino Prazeres (PSTU) e Henrique Áreas (PCO) e João Bico (PSDC) não pontuaram.
Pesquisa Datafolha para votos válidos (brancos e nulos excluídos):

.: João Doria (PSDB) – 44%
.: Fernando Haddad (PT) – 16%
.: Celso Russomanno (PRB) – 16%
.: Marta Suplicy (PMDB) – 14%
.: Luiza Erundina (PSOL) – 5%
.: Major Oliimpio (SD) – 2%
.: Levy Fidelix (PRTB) – 1%
.: Ricardo Young (REDE) – 1%
.: João Bico (PSDC) – 0%
.: Altino (PSTU) 0%
.: Henrique Áreas (PCO) – 0%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e o jornal “Folha de S.Paulo”. O levantamento foi realizado entre 30 de setembro e 1º de outubro. Foram entrevistadas 4.022 pessoas.

Nenhum comentário: