quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Tecpar firma parceria para completar linha de medicamentos contra o câncer

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e a indústria farmacêutica portuguesa Bluepharma firmaram um memorando de entendimentos para estudar a viabilidade de proporcionar ao mercado brasileiro medicamentos sintéticos para o combate do câncer. 

O perfil da produção é semelhante ao projetado para o Laboratório de Produção de Medicamentos (Lapmed), em Ponta Grossa, que poderia abrigar a planta industrial.

O diretor-presidente do Tecpar, Júlio Felix, foi a Portugal e esteve em Coimbra, sede da Bluepharma, para assinar o acordo com a empresa. Faz parte da parceria ainda uma empresa privada brasileira - a Axis Biotec.

Felix explica que o tratamento oncológico utiliza tanto medicamentos biológicos quanto sintéticos. O Tecpar já tem garantido pelo Ministério da Saúde o desenvolvimento de medicamentos biológicos, como o Bevacizumabe, usado para o tratamento de diversos tipos de câncer e degeneração macular, com a empresa russa Biocad. A planta industrial está em construção em Maringá.

Com a linha de sintéticos, que pelo perfil pode ser produzida no Lapmed, laboratório do Tecpar localizado na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), o instituto complementa a produção de medicamentos oncológicos, ressalta Felix. “Já estamos desenvolvendo novos produtos para o Ministério da Saúde na área de biológicos e agora, somando competências com a Bluepharma, podemos oferecer o tratamento completo contra o câncer para a sociedade brasileira”, salienta o diretor-presidente.

O presidente da Bluepharma, Paulo Barradas Rebelo, explica que a parceria com o Tecpar vai dar mais acesso à sociedade brasileira a medicamentos contra o câncer. “Com esse acordo, vamos ajudar a melhorar o acesso a medicamentos de alta potência e atender melhor a saúde pública”, destaca.

TECPAR 

O Tecpar é uma empresa pública do Governo do Estado e tem 76 anos de atividade. Os negócios Do Instituto são divididos em quatro pilares: Soluções Tecnológicas, oferecendo ao mercado ensaios laboratoriais e serviços tecnológicas para em apoio às empresas que buscam inovar; Empreendedorismo Tecnológico Inovador, com a Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) e com os parques tecnológicos, como o Parque Tecnológico da Saúde (PTS); Educação, com cursos de qualificação para o mercado privado e ainda com desenvolvimento de capacitações para servidores municipais de prefeituras paranaenses; e Indústria Farmacêutica e Biotecnológica, com desenvolvimento de kits diagnósticos veterinários, vacina antirrábica e produção de medicamentos de alto valor agregado para a saúde pública brasileira.

Além disso, o instituto atende demandas do Governo do Estado, sendo executor de projetos na área de energias renováveis e empreendedorismo tecnológico.

Nenhum comentário: