quinta-feira, 21 de julho de 2016

Doleira beneficiada por Sergio Moro faz ensaio sensual na Veja de tornozeleira

Doleira beneficiada pelo juiz Sergio Moro posa de modelo e faz ensaio sensual de tornozeleira para a revista Veja. Nelma Kodama, que hoje cumpre prisão domiciliar, chegou a ser condenada pela lavagem de R$ 221 milhões

Nelma Kodama, que chegou a ser descrita pelo juiz Sergio Moro como alguém que tem a “personalidade voltada para o crime”, está solta e fez ensaio sensual para a revista Veja

por Marcelo Auer*, em seu blog

De acordo com informações publicadas no jornal O Estado de S.Paulo no último domingo (17/07), graças às delações premiadas, quinze dos condenados pela Operação Lava Jato já reduziram suas penas em 326 anos. Isso corresponde a 28% dos 1.149 anos de prisão sentenciados pelo juiz Sergio Moro.

Sorte maior, porém, teve a doleira Nelma Kodama. Com uma primeira condenação de 15 anos e investigada em mais 15 inquéritos ainda em andamento, mesmo sem ter delatado ninguém nas investigações da Lava Jato, teve a prisão domiciliar antecipada em três meses por Moro. Foi uma decisão atípica, em um despacho cujo teor está sendo mantido em segredo, como ele determinou:

“Por ora mantenho o sigilo sobre estes autos em relação a terceiros”.

Com isso, desde o final de junho ela está em casa, em São Paulo. Aproveitando-se da tornozeleira eletrônica de

Nenhum comentário: