segunda-feira, 13 de junho de 2016

Após negar acusações de machismo, cantor pede desculpas por assédio

Primeiro, o cantor rebateu as acusações de assédio afirmando que "nem homem me considero ainda". Agora, investigado pela polícia após a ampla repercussão do caso, Mc Biel gravou uma mensagem para tentar se redimir. Repórter assediada precisou tirar licença do trabalho

(Imagem: Gabriel Araújo Marins Rodrigues, mais conhecido como MC Biel)

Desde que surgiu a denúncia do assédio de Gabriel Araújo, 20 anos, artisticamente conhecido como Mc Biel, contra uma jornalista do IG, o cantor tem se pronunciado para justificar o episódio, que ocorreu em maio, durante entrevista de divulgação de seu primeiro álbum.

A denúncia da repórter de 21 anos à 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo veio à público na última semana e causou grande repercussão nas redes sociais.

Na primeira vez que tratou publicamente do assunto, Biel não negou os comentários machistas e desrespeitosos feitos à repórter na ocasião. No entanto, se justificou dizendo que tudo não passou de um mal entendido e que todas as investidas eram piadas.

“Nem homem me considero ainda pra ser prepotente ao ponto. Sou um menino, menino que brinca, menino sem papas na língua, menino que sorri”, disse.

Agora, pressionado e investigado pela polícia de São Paulo, Biel pediu desculpas à repórter e disse que brincou com “assuntos sérios”, que “estão na mídia”.

No Boletim de Ocorrências, a vítima revela que Biel disse frases como “te quebraria no meio” e que queria que aquela entrevista fosse a última do dia, para levá-la a um motel e “estuprá-la rapidinho”.

Vídeo: ‘Pedido de desculpas de Biel’

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Nenhum comentário: