sábado, 30 de abril de 2016

UM PEQUENO ANIMAL PARALISOU A MAIOR MÁQUINA DO MUNDO



Martes foina, a fuinha (Crédito: Wikicommons)

Aparentemente o LHC, maior máquina do mundo, está tendo problemas com pequenos mamíferos, ou pelo menos um pequeno mamífero, que foi capaz de causar uma pane elétrica, desligando a máquina de US$ 7 bilhões.

De acordo com documentos internos que foram publicados recentemente, o Colisor de Hádrons Grandes teve um desligamento depois que um pequeno animal roeu um transformador de 66.000 volts, danificando suas conexões.

Confira o interior do LHC, em 360°

Pequeno animal por que o pobre bichinho não sobreviveu à proeza, tudo que foi encontrado foi um resto de pele queimada. Arnaud Marsollier, porta-voz do CERN, afirmou “Eu posso confirmar que tivemos uns problemas durante a noite com a eletricidade. Suspeitamos que a causa é um pequeno animal.” A suspeita é que se trate de uma fuinha ou doninha.

Segundo Marsollier, deve levar alguns dias para consertar o dano, mas que o equipamento está intacto. Como leva uma ou duas semanas para todos os sistemas estarem online, ele acredita que o LHC deve recomeçar a operar no meio de maio.
LHC está em fase de atualização; nova tecnologia deve trazer ainda mais descobertas

Esta não é a primeira vez que o LHC teve problemas com animais pequenos, em 2009 houve um corte de energia que foi atribuído a um pedaço de pão derrubado por um pássaro em uma subestação, mas esta versão não pode ser confirmada.

Pouco antes da falha, o LHC estava “aquecendo os motores” para começar a colisão de prótons depois de permanecer desligado pelo inverno. A intenção é começar a busca por uma partícula misteriosa que deve pesar 750 gigaeletronvolts. Indícios desta partículas foram encontrados nos dados de experimentos anteriores. [NPR, CERN, NewScientist]

Cesar Grossmann

Sou formado em Engenharia Elétrica, mas trabalho no setor público, gosto de xadrez e fotografia.

HypeScience

Nenhum comentário: