terça-feira, 12 de abril de 2016

JANAINA PASCHOAL CHORA EM ENTREVISTA E DIZ QUE ABRAÇARIA DILMA

Chorando, Janaina Paschoal afirma que abraçaria Dilma Rousseff “se ela estivesse aqui”. Autora de um discurso que viralizou na internet na semana passada, advogada que pretende derrubar a presidente diz que “está fazendo um bem para Dilma”



Revista Fórum

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, a advogada Janaina Paschoal respondeu, ao ser perguntada o que diria para Dilma Rousseff se a visse pela frente, que “iria abraçá-la”. “Sei que ela deve estar sofrendo demais”, refletiu.

Uma das autoras do pedido de impeachment da presidenta da República, Paschoal fez um discurso durante evento na Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP), no meio da semana, que se tornou viral na internet. Mesmo mostrando virulência na defesa do impedimento de Dilma, ela entende que a petista foi “engendrada pelas cobras que estavam ao redor dela”. “De alguma forma, acho que estou fazendo um bem para ela.”

De acordo com o relato do repórter Gilberto Amendola, que a entrevistou, Paschoal chegou a chorar quando lembrou de uma entrevista de Dilma na televisão, que havia lhe causado boa impressão. Após chorar, questionou o jornalista: “Vão me chamar de cínica, não é?”.

A advogada diz não se arrepender de ter feito o discurso na Faculdade de Direito da USP. “Foi um baque, mas não me arrependo. Uma das coisas que critico na Dilma é que ela não demonstra emoção. O mundo caindo e ela parece imperturbável. Eu sou mais intensa”, argumentou.

Nenhum comentário: